Aprendizagens Matemáticas Significativas

fundamentação
Ação destinada a profissionais de educação e de saúde com o objetivo de proporcionar aos formandos um conjunto de saberes teórico-práticos na área as PEA com ênfase em componentes didático-pedagógicas, que permita assegurar respostas educativas de qualidade.

 

objetivos gerais
Será apresentado um perfil neurodesenvolvimental e comportamental das crianças com Perturbação do Espetro do Autismo, segundo os critérios do DSM V, bem como as possíveis comorbilidades que poderão estar presentes.
Estas crianças e jovens podem apresentar alterações na aquisição e utilização das competências matemáticas, relacionadas com variáveis intrínsecas e extrínsecas.
Serão abordadas algumas estratégias de intervenção, as quais poderão ser aplicadas consoante o perfil específico da criança a quem se destinam, nomeadamente das áreas onde se encontram as suas dificuldades (dificuldades maioritariamente nas funções executivas, nos conceitos verbais, na adequação e aplicação de estratégias de resolução de problemas, na perceção visual, na organização e orientação espacial,etc.).

 

objetivos específicos

Compreender um perfil neurodesenvolvimental e comportamental e estabelecer prioridades de intervenção com base no mesmo.
Selecionar e adaptar estratégias e materiais pedagógicos de acordo com o perfil de competências e de dificuldades da criança ou jovem com PEA.

 

destinatários
Profissionais de educação e de saúde.

 

metodologia
Apresentação/exposição de conteúdos; discussão de casos; elaboração de trabalhos de grupo.

 

coordenador e formadora
A coordenação científico-pedagógica é da responsabilidade de Carlos Fernandes da Silva, professor catedrático do Departamento de Educação e Psicologia da Universidade de Aveiro (UA). É psicólogo clínico, doutorado em psicologia clínica pela Universidade de Coimbra. Coordenador Metodológico do projeto EPIS para o combate do insucesso escolar. Diretor do Programa Doutoral em Psicologia da UA. Coordenador do Centro de Investigação CINTEIS.UA (Pólo de Aveiro). Coordenador do PsyLab (Laboratório de Psicologia Experimental e Aplicada) da UA.

 

A formação é a cargo de Cátia Belém, técnica superior de Educação Especial e Reabilitação, licenciada pela Faculdade de Motricidade Humana (UTL). É membro integrante da equipa da Rede Diferenças desde 2007. Avalia e intervém diariamente com um vasto número de crianças e jovem com NEE, sobretudo com Perturbação do Espetro do Autismo, exercendo funções no Centro Diferenças (Pólos Aveiro e Espinho), e no Centro Comunitário de Desenvolvimento Infantil e Juvenil de Aveiro, Habilitar.



...a saber
  • Regime
    Presencial LOCAL: Departamento de Matemática da Universidade de Aveiro | Sala 11.2.22.
  • Datas
    A definir
  • Horário
  • Benefícios / Early Bird
  • Preço
    25,00€
Ficha de curso (pdf) Realizar Inscrição
INSCRIÇÃO VIA GESTOR

* Campos de preenchimento obrigatório

Contacto

Carlota Brandão