Emergências Pediátricas—Curso avançado de simulação em pediatria

Fundamentação
O ensino da medicina está a mudar. O velho paradigma “see one, do one, teach one” não só está tão desatualizado, como é hoje em dia considerado eticamente ofensivo.
Ambientes como a urgência, unidades de cuidados intensivos, bloco operatório, bloco de partos e até mesmo a enfermaria, são classificados como organizações de alta complexidade e de risco potencial para a ocorrência de eventos adversos sérios.
No intuito de minimizar estes eventos, a Educação Médica Baseada em Simulação (EMBS) tem vindo a afirmar-se como instrumento capaz de colmatar estes deficits da aprendizagem tradicional. Na Pediatria, a Educação Médica Baseada em Simulação assume particular importância.
A carga assistencial, as escassas oportunidades de realização de técnicas e procedimentos invasivos, as necessidades formativas específicas de internos da especialidade e alunos tornam reduzidas as oportunidades de treino e aquisição de competências.
Situações clínicas baseadas em casos reais são reproduzidas em manequins neonatais e pediátricos avançado com capacidade de mimetizar sons respiratórios, batimentos cardíacos, cianose, convulsões e que, no caso do pediátrico, também fala.

 

Objetivos gerais do curso
Identificar e resolver, em ambiente de simulação médica, através de situações muito próximas da realidade, situações de emergência pediátrica e neonatal.

 

Objetivos específicos do curso
– Adquirir conhecimentos acerca da metodologia de formação recorrendo à simulação clínica;
– Identificar situações de emergência pediátrica e neonatal;
– Treinar trabalho de equipa;
– Saber gerir emoções em situações de emergência;
– Agir em situação de urgência, transporte, trauma e RCP (Pediátrico/Neonatal).

 

Destinatários
– Pediatras
– Anestesistas
– Médicos de Medicina Geral e Familiar
– Cirurgiões Pediatras
– Cardiologistas Pediátricos
– Internos das referidas especialidades
– Enfermeiros dedicados à Pediatria

 

Coordenador e equipa de formadores
A coordenação científico-pedagógica é da responsabilidade da Dra. Daniela Chaló, Professora Assistente Convidada da Escola Superior de Saúde da Universidade de Aveiro.

 

A equipa de formadores é constituída por:
Daniela Chaló, Médica Anestesista no Centro Hospitalar de Baixo Vouga, Professora Assistente Convidada da Escola Superior de Saúde da Universidade de Aveiro, Coordenadora Geral do SIMULA–Centro de Simulação Clínica da UA e Membro da Direção da Sociedade Portuguesa de Simulação aplicada às Ciências da Saúde (SPSim).

Pedro Garcia, Pediatra/ Neonatologista–UCIN–Hospital Dona Estefânia, Assistente Convidado da Faculdade de Ciências Médicas–UNL, Vice-Presidente da SPSim, Coordenador Científico do CSTP (C. Sim Técnicas Pediatria–FCM-UNL), Coordenador Científico do CSPC (C. Sim Práticas Clínicas–HDE–CHLC) e International Pediatric Simulation Society-Technology Committee Member.

 

Formadores convidados:
Alexandra Nunes
Filipa Marques
Joana Rios
Miguel Fonte

 

 

SIMULA Centro de Simulação Clínica da Universidade de Aveiro

 



...a saber
  • Regime
    Presencial
  • Datas
    a definir
  • Horário
    a definir
  • Benefícios / Early Bird
  • Preço
    200,00€
Ficha de curso (pdf) Realizar Inscrição
INSCRIÇÃO VIA GESTOR

* Campos de preenchimento obrigatório

Contacto

Dulce Alegria