Comércio Internacional

Fundamentação

Apesar de algum retrocesso nos anos recentes, a globalização e a inerente circulação de pessoas e mercadorias continuam a ter um papel importante na sociedade. O comércio internacional que subjaz às trocas entre países e empresas, estas como importadores e ou exportadoras continua, por conseguinte, a ser relevante.

Acrescem outros motivos:

– A importância que é atribuída em Portugal – uma economia pequena e aberta – às exportações e ao seu incremento, evidenciado entre outros, como um fator quase essencial no acesso a fundos comunitários (subsídios).

– O comércio internacional, especialmente as importações, também afetam as receitas fiscais dos países, sendo objeto de uma elevada regulamentação e fiscalização por parte da União Europeia e de Portugal, traduzido, entre outros, em muitas obrigações declarativas e documentais. Os incumprimentos pelas empresas (mesmo que involuntários e ou justificados por “falta de conhecimento”) acarretam-lhes elevadas multas e penalidades.

– A exportação é uma das estratégias possíveis de internacionalização das empresas, a qual é afetada (tal como as importações), entre outros, pelas formas de integração económico entre os países, pelos regimes e estatutos aduaneiros, pelas regras de origem, pela pauta aduaneira, pelas taxas e impostos, etc. cujo conhecimento é de crucial importância para as empresas já que pode afetar de um modo significativo aquela estratégia e a sua competitividade.

– O comércio internacional abrange um número quase infinito de bens e serviços, sendo que alguns estão sujeitos a regimes especiais (bens de consumo, automóvel, produtos especiais (eg. álcool, bebidas, aço…) cujo conhecimento é de especial relevância.

– As trocas no âmbito do comércio internacional estão sujeitas a riscos acrescidos em relação às trocas no mercado interno e também são efetuadas por plataformas eletrónicas. O conhecimento daqueles riscos, a sua cobertura e as implicações do comércio eletrónico, constituem um instrumento de salvaguarda dos interesses das empresas e da sua rendibilidade.

Neste âmbito julgamos que assume uma especial importância, a transmissão de conhecimentos e boas práticas sobre o Comércio Internacional, já que este também pode ser uma fonte de valor, as quais frequentemente não são debatidas ou aprofundadas no Ensino Superior.

 

Objetivos

O Comércio Internacional abrange múltiplas dimensões, constituindo um “mundo” de oportunidades, desafios e riscos. É uma temática complexa, que implica planeamento, conhecimentos e domínio na sua aplicação, para as empresas obterem eficiência e estarem “compliance”. É uma zona de oportunidades e de criação de valor, mas também de riscos.

Neste âmbito, este curso visa a transmissão, a revisão, o aprofundamento e a consolidação de conhecimentos relativos aos aspetos económicos, financeiros, técnicos e tributários (fiscais e aduaneiros) do Comércio Internacional tendo especial atenção ao seu enquadramento normativo e à identificação de oportunidades e fontes de valor para as empresas.

 

Destinatários

Diretores ou responsáveis de Comercio Internacional; Contabilistas Certificados; Revisores Oficiais de Contas; Consultores, Economistas; Colaboradores de departamentos de Comércio Internacional; Compliance officers que devem inscrever esta temática na sua matriz de risco (e de evidência).

 

Coordenação e equipa de formadores

A coordenação científica e pedagógica é da responsabilidade do Professor Doutor César Faustino da Silva Bastos do Instituto Superior de Contabilidade e Administração da Universidade de Aveiro, do Professor Doutor Marco André Viana Diniz Pimpão da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Águeda e do Dr. Ricardo Oliveira da P&RO Consultoria.

 

Opção 1 – Enquadramento Negócios Internacionais + Enquadramento Aduaneiro + Enquadramento Fiscal + Seminário
duração total: 180 horas
datas de realização: 12 de outubro’24 a 30 de maio’25 e 07 de junho’25 (seminário)
horário: sexta das 19h00 às 22h00 e sábado das 10h00 às 13:00 e das 14:00 às 17h00
preço de inscrição: 2 750,00€

Earlybird 20% de desconto: 2 200,00€

ficha de inscrição

 

Opção 2 – Enquadramento Negócios Internacionais + Enquadramento Aduaneiro + Seminário
duração total: 129 horas
datas de realização: 12 de outubro’24 a 13 de dezembro’25, 11 de janeiro’25 a 14 de março’25 e  07 de junho’25 (seminário)
horário: sexta das 19h00 às 22h00 e sábado das 10h00 às 13:00 e das 14:00 às 17h00
preço de inscrição: 2 100,00€

Earlybird 20% de desconto: 1 680,00€

ficha de inscrição

 

Opção 3 – Enquadramento Negócios Internacionais + Enquadramento Fiscal + Seminário
duração total: 123 horas
datas de realização: a 12 de outubro’24 a 13 de dezembro’24, 28 de março’25 a 30 de maio’25 e  07 de junho’25 (seminário)
horário: sexta das 19h00 às 22h00 e sábado das 10h00 às 13:00 e das 14:00 às 17h00
preço de inscrição: 2 000,00€

Earlybird 20% de desconto: 1 600,00€

ficha de inscrição

 

* Funcionamento do Live Training



...a saber
  • Regime
    As sessões do curso decorrem em 3 modalidades: presencial, live-training (videoconferência) ou mista.
  • Datas
    12 de outubro'24 a 30 de maio'25 e 07 de junho'25 (seminário)
  • Horário
    Pós-laboral
    sextas-feiras: 19h00 às 22h00
    sábados: 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00
  • Benefícios / Early Bird
    20% de desconto para quem efetuar o pagamento até 1 mês antes do inicio da formação = 12 de setembro'24
    Existe a possibilidade de pagamento fracionado, em três prestações, sem juros

    - 1ª tranche › 12 de setembro'24
    - 2ª tranche › 12 de outubro'24
    - 3ª tranche › 12 de novembro'24
  • Preço
    2 750,00€
Ficha de curso (pdf) Realizar Inscrição
INSCRIÇÃO VIA GESTOR

    * Campos de preenchimento obrigatório

    Contacto

    Virgínia Barreirinha Lopes